Mês internacional das bibliotecas – “uma porta para a vida”

Publicado em Atualizado em


No sentido de comemorar o Mês Internacional das Bibliotecas,  BE pretende abrir diferentes portas de bibliotecas famosas, com a colaboração da comunidade escolar e apresentá-las à escola.

Assim cada turma deverá elaborar em Cidadania ou outra disciplina um bilhete de identidade da biblioteca que lhe for atribuída.

Turma 5º Ano
A BIBLIOTECA DO CONGRESSO
B BIBLIOTECA NACIONAL MARCIANA
C BIBLIOTECA GEORGE PEABODY
D BIBLIOTECA DO MOSTEIRO BENEDITINO DE ADMONT
E BIBLIOTECA CENTRAL DE SEATTLE (EUA)
F BIBLIOTECA NACIONAL DE PORTUGAL
G BIBLIOTHECA AUGUSTA
H BIBLIOTECA DO MONASTÉRIO DE STRAHOV
Turma 6º Ano
A BIBLIOTECA DO PARLAMENTO
B BIBLIOTECA DA ASSEMBLEIA NACIONAL
C BIBLIOTECA DO RIJKSMUSEUM
D BIBLIOTECA DA ABADIA DE MELK
E BIBLIOTECA DO COLÉGIO DA TRINDADE
F REAL GABINETE PORTUGUÊS DE LEITURA
G BIBLIOTECA DA ABADIA DE SÃO GALO
H

I

BIBLIOTHECA ALEXANDRIA

BIBLIOTECA NACIONAL DE ESPANHA

Turma 7º Ano
 A  BIBLIOTECA VASCONCELOS
 B  BIBLIOTECA GEISEL
Turma 8º Ano
A BIBLIOTECA JOANINA
B BIBLOTECA DE MAFRA
Turma 9º Ano  
A BIBLIOTECA BODLEIANA 
B BIBLIOTECA PÚBLICA DE NEW YORK 
4º ano  
Profª Áurea BIBLIOTECA NACIONAL DA BIELORRÚSSIA 
Profª Alfredina REAL BIBLIOTECA DE SAN LORENZO DE ESCORIAL 
Profª IsabelProfª Ana Adélia BIBLIOTECA MUNICIPAL DE ESTOCOLMOBIBLIOTECA DAUNIVERSIDADE DE TECNOLOGIA DELFT

OBJETIVOS:

  • Compreender a importância das biblioteca nas diversas culturas;
  • Conhecer o património  arquitetónico das diversas bibliotecas espalhadas pelo mundo;
  • Desenvolver competências de literacia da informação;
  • Fazer referências bibliográficas.

 

METODOLOGIA:

Pesquisa sobre  a biblioteca atribuida à turma de acordo com os seguintes elementos:

Nome da biblioteca / Localização   /   Data  /   Estilo  arquitetónico   /   arquiteto

Outros aspetos  ( ex: curiosidades,  número de exemplares, raridades, outros…)

Fonte

Indicação da fonte  tal como consta no separador “guiões” disponível na página da BE https://bibliotecaescolaragueda.files.wordpress.com/2009/09/guia-referc3aancias-bibliogrc3a1fica1.pdf

A informação (texto) pesquisada deve ser escrita, no  comentário do “post”: Mês Internacional das Bibliotecas – uma porta para a vida, disponível no blogue da biblioteca https://bibliotecaescolaragueda.wordpress.com/

4 º Cada turma receberá um modelo em cartolina, com a forma de porta, que será decorado pela turma, de forma original e criativa, só com imagens/desenhos alusivos à biblioteca.

 

PRAZO DE  ENTREGA

15 de outubro

RESULTADO FINAL

O trabalho final será exposto, no 28 de outubro, Dia Internacional das Bibliotecas.

Anúncios

19 opiniões sobre “Mês internacional das bibliotecas – “uma porta para a vida”

    5ºH disse:
    Outubro 15, 2013 às 8:47 am

    Nome: Biblioteca do Monastério de Strahov
    Localização: Praga – República Checa
    Data: 1143
    Estilo arquitetónico: Barroco
    Arquiteto: Strahovsky Kláster
    Curiosidades:
    É a maior biblioteca monástica do país;
    Contém mais de 130000 volumes, incluindo 2500 livros publicados antes do ano 1500, assim como 3000 manuscritos;
    O livro mais antigo é o Evangelho Strahov do séc. IX

    Fonte:
    TUDO O QUE LEIO. Biblioteca do Monastério de Strahov. [Em linha]. [Consult. 09 out. 2013] Disponível em http://leiovejoopino.blogspot.pt/2013/04/biblioteca-do-monasterio-de-strahov.html
    PRAGUE FM GUIDE. Mosteiro Strahov. [Em linha]. [Consult. 09 out. 2013] Disponível em http://www.prague.fm/pt-pt/10671/mosteiro-strahov/

    5º B disse:
    Outubro 15, 2013 às 12:28 pm

    Nome da biblioteca: Biblioteca Nazionale Marciana

    Localização : Veneza (Itália)
    Data:1362
    Estilo arquitetónico:Época medieval
    Curiosidades: É conhecida, em italiano, pelos nomes alternativos de Biblioteca di San Marco (padroeiro de Veneza), Libreria Marciana, Libreria Sansoviniana, Libreria Vecchia, Libreria di San Marco ou simplesmente La Marciana.
    Em 1362, Petrarca propôs que fosse criada uma biblioteca pública em Veneza. O projeto não se realizou, mas o poeta legou a sua biblioteca pessoal à cidade (hoje está conservada na “Marciana”).

    Fonte: WIKIPÉDIA. Biblioteca Marciana. [Em linha]. [Consult. 15 out. 2013] Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Biblioteca_Marciana

    9º B disse:
    Outubro 15, 2013 às 3:33 pm

    Nome: Biblioteca Pública de Nova Iorque

    Localização: Manhattan, Nova Iorque
    Ano de inauguração: 1911
    Estilo arquitetónico: reproduz a arquitetura de um templo de estilo clássico.
    Curiosidades:
    É uma das principais bibliotecas do mundo e está entre as mais significantes dos Estados Unidos da América.
    Entre os livros de maior destaque dessa biblioteca encontram-se: Bíblia de Gutenberg;
    Um manuscrito de 1493 que corresponde a uma carta de Cristóvão Colombo;
    A primeira edição dos manuscritos de Shakespeare, que data de 1623;
    O primeiro livro inglês que se publicou na América, o Bay Psalm Book (1640), entre outros.
    Nenhum dos três milhões de volumes de referência da biblioteca pode ser retirado do edifício, pois os livros são apenas para consulta no local.

    Fonte:
    WIKIPÉDIA. Biblioteca Pública de Nova Iorque. [Em linha]. [Consult. 15 out. 2013] Disponível em WWW:<URL:http://pt.wikipedia.org/wiki/Biblioteca_P%C3%BAblica_de_Nova_Iorque

    GUIA DE VIAGENS DREAMGUIDES. Biblioteca Pública de Nova Iorque. [Em linha]. [Consult. 18 out. 2013] Disponível em http://dreamguides.edreams.pt/estados-unidos/nova-iorque/biblioteca-publica-de-nova-iorque

    7ºB disse:
    Outubro 15, 2013 às 4:32 pm

    BIBLIOTECA GEISEL

    Localização: Universidade da Califórnia, EUA

    Data de construção: setembro de 1970

    Estilo arquitetónico: Moderno

    Arquiteto: William L. Pereira

    Curiosidades:
    – Foi construída em homenagem ao famoso
    Dr. Seuss Geisel (mais conhecido por Dr. Seuss);
    – Tem cerca de 34 metros de altura.

    Raridades: Tem todos os exemplares da coleção “Mandeville Coleções Especiais e Arquivos” do Dr. Seuss Geisel.

    Fonte:
    WIKIPÉDIA. Biblioteca de Geisel. [Em linha]. [Consult. 15 out. 2013]
    Disponível em WWW:<URL:http://en.wikipedia.org/wiki/Geisel_Library

    6ºG disse:
    Outubro 17, 2013 às 7:39 am

    Biblioteca Abadia de são Galo

    Nome: Abadia de São Galo
    Localização: Está localizada na cidade de São Galo, na Suíça.
    Data da Fundação: O mosteiro foi fundado em 613.
    Estilo Arquitetónico: Barroco
    Curiosidades:
    – Foi, durante um longo período de tempo, na Idade Média, uma das principais abadias Beneditinas da Europa.
    – Foi construído em honra de São Galo, santo irlandês, companheiro e discípulo de São Columbano, e que lá morreu em 646.
    – O convento de São Galo (abadia e biblioteca) foi classificado, em 1983, como Património Mundial da UNESCO.
    – A sua biblioteca é reconhecida como uma das mais ricas e antigas do Mundo.
    Raridades:
    – Contém cerca de 160 mil livros, dos quais 2.200 são manuscritos e 500 têm mais de mil anos.
    -Entre os seus manuscritos encontra-se o famoso documento medieval conhecido como Planta de São Galo.

    Fonte:
    WIKIPÉDIA. Abadia de São Galo. [Em linha]. [Consult. 17 out. 2013] Disponível em http://pt.wikipedia.org/wiki/Abadia_de_S%C3%A3o_Galo

      5º F disse:
      Outubro 22, 2013 às 6:58 pm

      Biblioteca Nacional de Portugal

      Nome: Bibloteca Nacional de Portugal
      Localização: Campo Grande, Lisboa
      Data: A mais antiga antecessora formal da BNP foi a Real biblioteca Pública da Corte, fundada em 1796; em 1834 passou a chamar-se Biblioteca Nacional de Lisboa
      Arquiteto – Porfírio Pardal Monteiro (iniciou obras em 1958)
      Estilo arquitetónico – Modernismo

      – Nos anos 80 criou-se a Base Nacional de Dados Bibliográficos – PORBASE;
      – No início do século XXI, a Instituição criou a Biblioteca Nacional Digital (BND)
      – O património documental é composto por aproximadamento 4 milhões de espécies de documentos.

      Fonte: BIBLIOTECA NACIONAL DE PORTUGAL.História.[Em linha].[consulta 15 out.2013] Disponível em
      http://www.bnportugal.pt/index.php?option=com_content&view=article&id=82&Itemid=90

    Turma 16 - 4º ano Profª Isabel Figueiredo disse:
    Outubro 21, 2013 às 12:20 pm

    Nome: BIBLIOTECA MUNICIPAL DE ESTOCOLMO
    Localização: Estocolmo – Suécia.
    Data da construção: a construção iniciou-se em 1924 e foi concluída em1928. Arquiteto: o sueco Erik Gunnar Asplund.
    Curiosidades:
    – É um edifício com uma parte cilíndrica,
    – É um dos edifícios mais notáveis em Estocolmo e uma das obras mais importantes de Asplund.
    – Na Suécia, foi a primeira biblioteca pública a aplicar o princípio de prateleiras abertas, ou seja, o visitante pode escolher livros sem procurar assistência de pessoal de biblioteca.
    – É uma obra pioneira da cultura popular.
    – Todos os móveis e todos os espaços foram projetados para a sua situação e usos específicos.
    – O parque, com o seu grande lago, ao sul da biblioteca, também foi projetado por Asplund e concluído em 1931. A biblioteca foi totalmente concluída em 1932 com a ala este.
    – Tem mais de 2 milhões de livros e mais de 2,4 milhões de músicas armazenadas de várias formas diferentes ( cassetes, CDs, etc.).
    – Na sala de leitura, há 177 jornais diários e 1200 revistas à disposição do público.
    – Na secção internacional, há milhares de livros de mais de 100 línguas estrangeiras.

    Fonte:
    WIKIPÉDIA. Biblioteca Municipal de Estocolmo. [Em linha]. [Consult. 15 out. 2013] Disponível em http://es.wikipedia.org/wiki/Biblioteca_P%C3%BAblica_de_Estocolmo
    BEM VINDOS A BORDO. Biblioteca de stockholm – um verdadeiro tesouro. [Em linha].[consulta 15 out.2013] Disponível em https://angelicafelix.wordpress.com/2013/09/18/biblioteca-de-stockholm-um-verdadeiro-tesouro/

    6ºE disse:
    Outubro 22, 2013 às 1:57 pm

    Nome: “Trinity College Library” significa: Biblioteca Colégio da Trindade.
    Localização: Dublin, capital da Irlanda.
    Data de construção: 1592.
    Nome do arquiteto: Thomas Burgh
    Estilo arquitetónico: clássico.
    Curiosidades: é a maior biblioteca na Irlanda. A Biblioteca tem mais de 4,5 milhões de volumes de livros.
    As suas maiores atracções são a Old Library, biblioteca com 200.000 volumes decorada com bustos de académicos, a harpa mais antiga da Irlanda e o Livro de Kells.

    Fonte:
    O MUNDO QUE NOS RODEIA-ALEXANDRE BARATA.As mais belas Bibliotecas do Mundo: Biblioteca the Trinity College Library, Dublin – Irlanda.[em linha]. Almada [consultado em 15 de outubro de 2013]
    Disponível em
    http://jabarata.blogspot.pt/2012/06/as-mais-belas-bibliotecas-do-mundo_21.html

    6 H -Débora perfeito e Lazaro ximens disse:
    Outubro 22, 2013 às 3:06 pm

    Nome:Biblioteca de Alexandria

    Localização: Egito

    Data de Construção: Nasceu em 1974 e foi concluída em 2002

    Arquiteto: arquitetos Noruegueses, empresa Snohetta

    Curiosidades:
    A Antiga Biblioteca de Alexandria foi uma das maiores bibliotecas do mundo antigo.
    Tem dez mil livros raros, cem mil manuscritos, trezentos mil títulos de publicações periódicas, duzentas mil cassetes áudio e cinquenta mil vídeos.
    Trabalham na biblioteca cerca de três mil e quinhentos investigadores que têm ao dispor duzentas salas de estudo.
    A construção durou sete anos e custou duzentos e doze mil dólares.

    Fonte:
    WIKIPÉDIA. Bibliotheca Alexandrina. [Em linha]. [Consult. 21 out. 2013] Disponível emhttp://pt.wikipedia.org/wiki/Bibliotheca_Alexandrina

    6ºD disse:
    Outubro 22, 2013 às 9:53 pm

    Nome: Abadia de Melk
    Localização: Melk, Vale de Wachau, Áustria
    Data da sua fundação: 1089
    Tipo: Biblioteca Museu
    Estilo arquitetónico: barroco
    Número aproximado de exemplares: 100.000 (1.888 manuscritos, 750 incunábulos – obras impressas antes do séc. XVI – e milhares de outras obras) distribuídos por doze salas.
    Uma das famílias mais poderosas da região doou um dos seus castelos aos monges beneditinos.
    No século XII, os monges criaram uma escola na Abadia de Melk e, a partir desse momento, a biblioteca ficou muito conhecida pela sua imensa coleção de manuscritos. No seu “scriptorium” (um quarto nos mosteiros medievais europeus, complemento da biblioteca, destinado aos monges copistas que, na época medieval, escreviam os manuscritos)foram copiados centenas de manuscritos com iluminuras preciosas.
    Os apaixonados por livros ficam maravilhados com a coleção de livros históricos que preenchem a biblioteca. Ao entrar no salão, aquelas prateleiras que vão até o teto, ocupadas por encadernações deslumbrantes, são de tirar o fôlego. Toda a decoração da biblioteca acompanha os tons dourados do couro trabalhado em ouro.
    O valor artístico de sua decoração mostra o apreço que os monges tinham pela biblioteca. Os frescos do teto fazem um retrato da Fé. Ela está no centro, cercada pelas quatro virtudes cardeais: Sabedoria, Justiça, Coragem e Moderação.
    Nota: aberta ao público apenas em visitas guiada.

    Fontes:
    WIKIPÉDIA. Abadia de Melk. [Em linha]. [Consult. 19 out. 2013] Disponível em http://pt.wikipedia.org/wiki/Abadia_de_Melk

    Obra Prima do Dia (II Semana Grandes Bibliotecas) Arquitetura – Biblioteca da Abadia de Melk (século XII). [Em linha]. [Consult. 19 out. 2013] Disponível em
    http://oglobo.globo.com/pais/noblat/posts/2010/04/15/arquitetura-biblioteca-da-abadia-de-melk-seculo-xii-283893.asp

    6ºC disse:
    Outubro 22, 2013 às 10:39 pm

    Nome: Biblioteca do Rijksmuseum
    Localização: Amesterdão, Holanda
    Data da sua construção: 1 de Outubro de 1876
    Arquiteto: Pierre Cuypers.
    Estilo arquitetónico: combinação de elementos góticos e renascentistas
    Tipo: Biblioteca Pública
    Acervo: 400.000 (monografias – tratados acerca de um só assunto – , catálogos de arte, publicações periódicas)

    O Rijkmuseum é um museu holandês dedicado a artes, artesanato e história. Conta com uma grande coleção de pinturas da idade de ouro holandesa (Séc. XVII) e de arte asiática. Integrada no Rijksmuseum, esta é a maior biblioteca dedicada à História da Arte da Holanda.
    No interior e no exterior, o edifício foi ricamente decorado com referências à história da arte holandesa. Está localizado na praça dos museus, perto do famoso Museu Van Gogh.
    Livros e periódicos não podem ser emprestados a visitantes externos. Todas as publicações da coleção da biblioteca podem ser vistas na sala de leitura.
    O catálogo web online contém cerca de 200.000 monografias, 3.200 periódicos e 30.000 vendas de arte em catálogos.
    Depois de dez anos de um extenso trabalho de readequação do histórico edifício do séc. XIX, o museu, sujeito a grandes obras, apresenta novas instalações: 80 galerias e serviços de apoio ao visitante, um novo restaurante e dois cafés. Cerca de 8 mil peças com 800 anos de história (artefatos e obras de arte vindos de todo o mundo) fazem parte de um acervo (conjunto de bens pertencentes a algo ou alguém) total de mais de um milhão. Dá-se um especial destaque às pinturas da Era de Ouro dos Países Baixos, como A Ronda Noturna, de Rembrandt, e as pinturas A Leiteira e Mulher Lendo Carta, de Jan Vermeer.

    Fontes: O MUNDO QUE NOS RODEIA – ALEXANDRE BARATA. As mais belas Bibliotecas do Mundo: Biblioteca Rijksmuseum library, Amesterdão, Holanda [Em linha]. [Consult. 19 out. 2013] Disponível em http://jabarata.blogspot.pt/2012/07/as-mais-belas-bibliotecas-do-mundo_24.html
    NEFERTARI E OS LIVROS – PAULA PEREIRA. Bibliotecas do Mundo – Biblioteca do Rijksmuseum – Rijksmuseum Research Library[Em linha]. [Consult. 19 out. 2013] Disponível em http://nefertari5.blogspot.pt/2013/02/bibliotecas-do-mundo-biblioteca-do.html

    bibliotecaescolar respondido:
    Outubro 25, 2013 às 9:34 am

    Nome: Biblioteca Nacional da Bielorrússia

    Localização: Minsk ( capital da Bielorrússia)

    Data de construção: Foi fundada em 15 de setembro de 1922, completamente reformada em 2006 e inaugurada a 16 de junho desse ano.

    Arquiteto: Mihail Vinogrdov e Victor Kramarenko

    Curiosidades:
    Esta biblioteca conta com 8.600.000 livros, é uma atração na cidade, sendo visitada, diariamente, por mais de 2200 pessoas. O atual diretor é Roman Motulski.

    A biblioteca Nacional da Bielorrússia tem a altura de um edifício de 23 andares e a forma de um diamante que simboliza a mente e o conhecimento que a Humanidade adquiriu ao longo dos séculos. Está coberto com 24 painéis gigantes de vidro.
    Durante o dia, devido ao sol e às sombras, faz um lindo efeito que parece piscar. À noite, vê-se um fantástico espetáculo com os seus 4646 leds de cor e transforma-se num gigantesco ecrã de vídeo. No último piso há uma plataforma que oferece uma vista panorâmica da capital do país.

    Fonte:
    WIKIPÉDIA. Biblioteca Nacional da Bielorrússia. Em linha]. [Consult. 24 out. 2013] Disponível em http://pt.wikipedia.org/wiki/Biblioteca_Nacional_da_Bielorr%C3%BAssia

    SOBRE LIVROS.Bibliotecas pelo Mundo– Biblioteca Nacional – Minsk, Bielorrússia. Em linha]. [Consult. 24 out. 2013] Disponível em http://www.sobrelivros.com.br/bibliotecas-pelo-mundo-1-biblioteca-nacional-minsk-bielorrussia/

    Anónimo disse:
    Outubro 25, 2013 às 11:44 am

    5ºC disse:

    Nome: BIBLIOTECA GEORGE PEABODY

    Localização: Baltimore, Maryland – EUA

    Data: 1878

    Arquiteto: Baltimore Edmund G. Lind

    Curiosidades:
    A Biblioteca George Peabody, da cidade de Baltimore, Maryland – EUA, data da fundação do Instituto Peabody, em 1857. Nesse ano, George Peabody, um filantropo nascido em Massachusetts, dedicou o Instituto Peabody para os cidadãos de Baltimore como agradecimento a sua gentileza e hospitalidade.
    A biblioteca é composta por uma coleção de referência contendo mais de 300.000 títulos, a maioria dos quais datam do período entre os séculos XVIII e XX. Entre as áreas mais importantes estão as coleções de arte, arqueologia e arquitetura britânica, história britânica e americana, biografia, literatura inglesa e americana, línguas românicas e da literatura, clássicos gregos e latinos, história da ciência, geografia, além de livros sobre exploração e viagens, incluindo uma grande mapoteca.

    Fonte:” O MUNDO QUE NOS RODEIA-ALEXANDRE BARATA.As mais belas Bibliotecas do Mundo:- Biblioteca George Peabody”.[em linha]. [consultado em 25 de outubro de 2013]

    Disponível em:
    http://jabarata.blogspot.pt/2012/07/as-mais-belas-bibliotecas-do-mundo.html

    4º ano - Turma 15 disse:
    Outubro 28, 2013 às 3:55 pm

    Nome: REAL BIBLIOTECA DE SAN LORENZO DEL ESCORIAL

    Localização: San Lorenzo de El Escorial, Madrid – Espanha

    Data de construção: Em 1563

    Estilo Arquitetónico: Renascentista

    Arquiteto: Juan Herrera

    Curiosidades:
    A biblioteca está inserida no Mosteiro del Escorial que é considerado uma das maravilhas arquitetónicas de Espanha.
    Foi mandado construir pelo rei Filipe II de Espanha para comemorar a vitória na Batalha de San Quintín, em 10 de Agosto de 1557, sobre as tropas de Henrique II, rei de França, e para servir de lugar de enterro dos restos mortais de seus pais, o Imperador Carlos I e Isabel de Portugal, assim como dos seus próprios e dos seus sucessores.
    A planta do edifício, com as suas torres, recorda a forma de uma grelha, pelo que tradicionalmente se diz que se fez assim em honra a São Lourenço, martirizado em Roma no suplício da grelha e cuja festividade se celebra a 10 de Agosto, dia da Batalha de San Quintín. Daí o nome do conjunto e da localidade criada à volta deste.
    Foi à biblioteca que Filipe II cedeu os ricos códices que possuía e para cujo enriquecimento ordenou a aquisição das bibliotecas e das obras mais exemplares, tanto de Espanha como do estrangeiro.
    A abóbada de fecho do teto da biblioteca está decorada com frescos representando as sete artes liberais, ou seja: Retórica, Dialética, Música, Gramática, Aritmética, Geometria e Astrologia.

    Fonte:
    WIKIPÉDIA. Mosteiro e Sítio do Escorial. [Em linha]. [Consult. 22 out. 2013] Disponível em http://pt.wikipedia.org/wiki/Mosteiro_e_S%C3%ADtio_do_Escorial

    NOVA ACRÓPOLE ORGANIZAÇÂO INTERNACIONAL .Biblioteca do Escorial, Um Tratado Hermético. [Em linha]. [Consult. 22 out. 2013] Disponível em http://www.nova-acropole.pt/a_biblioteca-escorial.html

    Mosteiro de El Escorial, Cronologia do Real Mosteiro de San Lorenzo de El Escorial, Causas fundamentais, Origens da planta, Seções do edifício, Herança [Em linha]. [Consult. 29 out. 2013] Disponível em http://emaxilab.com/enciclopedia/article_27742.html

    Débora perfeito e Lazaro ximens disse:
    Outubro 31, 2013 às 3:45 pm

    NOME: Real Gabinete Português de Leitura

    LOCALIZAÇÂO: Rio de Janeiro, Brasil

    ANO DE INAUGURAÇÂO: 10 de Setembro de 1887

    ESTILO ARQUITETÓNICO: A sua arquitetura foi chamada estilo neomanuelino, inspirado na arte manuelina do Mosteiro dos Jerónimos, em Portugal. Mas o seu estilo arquitetónico também foi inspirado no recente estilo gótico-renascentista.

    CURIOSIDADES: Esta biblioteca foi inaugurada por quarenta e três imigrantes portugueses, que estavam refugiados politicamente no Brasil. Pois queriam espalhar a cultura mais avançada em Portugal, e o governo não permitia.
    Desde 1900 este espaço de leitura foi aberto ao público, é um sítio muito interessante pois possui a maior coleção de grandes obras portuguesas fora de Portugal. Nesta biblioteca encontram-se mais de 35 000 volumes das obras de muitos escritores portugueses conhecidos em todo o mundo, mas também de estrangeiros. Muitos obras portuguesas raríssimas podem ser encontradas no Real Gabinete tais como: os «prínceps» de Os Lusíadas de Camões, As Ordenações de D. Manuel, os Capítulos de cortes e leis, etc… Há também uma vasta coleção de pinturas feitas por pintores muito famosos com José Malhoa, Carlos Reis, Oswaldo Teixeira, etc…
    Este local é muito apreciado por estrangeiros mas também por residentes do Rio de Janeiro, recebendo assim mais de cento e cinquenta visitantes por dia.
    O Real Gabinete edita de seis em seis meses, uma revista chamada Convergência Lusíada e promove cursos sobre Literatura, Língua Portuguesa, História, Antropologia e Artes, destinados principalmente a estudantes universitários.

    Fonte:
    WIKIPÉDIA. Real Gabinete Português de Leitura. [Em linha]. [Consult. 24 out. 2013] Disponível http://pt.wikipedia.org/wiki/Real_Gabinete_Portugu%C3%AAs_de_Leitura

    WIKIPÉDIA. Estilo neomanuelino. [Em linha]. [Consult. 24 out. 2013] Disponível http://pt.wikipedia.org/wiki/Estilo_neomanuelino

    AUTOR: 6º F

    6ºI disse:
    Novembro 4, 2013 às 12:38 pm

    Nome: Biblioteca Nacional de Espanha

    Localização: Madrid – Espanha

    Data de construção: 1712

    Estilo Arquitetónico: Neoclássico

    Arquiteto: Francisco Jareño y Alarcón

    Curiosidades:
    Foi fundada pelo rei D. Filipe V como Biblioteca Pública do Palácio.
    Durante o século XIX, deixou de ser propriedade da Coroa e recebeu pela primeira vez o nome de Biblioteca Nacional.
    Neste século, ingressaram muitos livros antigos e valiosos, fazendo dela uma das bibliotecas mais famosas do mundo, possuindo um património histórico e literário de cerca de 28 milhões de documentos, entre livros, manuscritos, gravados, etc.

    Fonte:
    BIBLIOTECA NACIONAL DE ESPANHA. [Em linha]. [Consult. 27 out. 2013] Disponível http://www.bne.es/es/inicio/index.html

    4º ano - turma 14 disse:
    Novembro 4, 2013 às 4:10 pm

    Nome: A Biblioteca da Universidade Tecnológica de Delft

    Localização: Holanda

    Data de construção: 1997

    Arquiteto: Tem um cone de 42 metros, projetado por arquitetos da Mecanoo (Francine Houben, Chirs de Weijer e Erick van Egeraat)

    Curiosidades:
    Está escondida sob o solo e tem um teto formado por uma colina coberta de grama e cortada por um cone de 42 metros futurista.
    Tem mais de 800 mil livros, 16 mil assinaturas a revistas e um museu.
    Possui um arquivo de livros subterrâneo, salas de leitura, editora da universidade, escritórios, arquivo de livros históricos e exposições, espaços de estudo, encadernação de livros e livrarias.

    Fonte:
    HOLLAND. Campus da Universidade de Tecnologia em Delft. [Em linha]. [Consult. 13 out. 2013] Disponível http://www.holland.com/br/turismo/artigo/campus-da-universidade-de-tecnologia-em-delft.htm

    HOLLAND. [Em linha]. [Consult. 4 nov. 2013] Disponível http://www.holland.com/br/turismo/artigo/campus-da-universidade-de-tecnologia-em-delft.htm

    8ºA disse:
    Novembro 14, 2013 às 6:27 pm

    Nome da biblioteca: Biblioteca Joanina

    Localização: Coimbra

    Data: Século XVIII

    Estilo Arquitetónico: Em contraste com o pavimento em pedra calcária cinzenta e branca, ressaltam os coloridos tetos decorados com alegorias dedicadas ao triunfo da Universidade.

    Arquiteto: Alberto José Pessoa, Horácio de Moura e Fernando Castelo Branco

    Curiosidades: Os livros contam ainda com mais um aliado neste combate diário pela conservação; com efeito, no interior da biblioteca, habita uma colónia de morcegos, que, durante a noite, se vai alimentando dos diversos insetos que por aqui aparecem, mantendo, portanto, todos estes volumes a salvo do seu ataque.

    A preservação dos livros é a preocupação fundamental. Para além dos fatores de degradação, das diferenças de humidade e temperatura, existe toda uma variedade de insetos bibliófagos que merecem uma atenção e controlo constantes.

    Obra-prima do Barroco, a Casa da Livraria foi edificada sob o patrocínio de D. João V, adotando a designação de Biblioteca Joanina em homenagem ao seu patrono.

    Fonte: UNIVERSIDADE DE COIMBRA. Biblioteca Joanina. [Em linha]. [Consult. 30 out. 2013] Disponível em http://visit.uc.pt/biblioteca/

    5D disse:
    Novembro 26, 2013 às 3:36 pm

    O salão da biblioteca, foi construída em 1776 com o projeto do arquiteto Joseph Hueber , tem 70 metros de comprimento, 14 metros de largura e 13 metros de altura, e é a maior biblioteca de mosteiro no mundo.
    A biblioteca contém cerca de 270.000 volumes de vários tipos de documentos. O teto é composto de sete cúpulas, decoradas com frescos do pintor Bartolomeu Altomonte mostrando os estágios do conhecimento humano até o ponto mais alto da revelação divina. 
    A luz entra por 48 janelas e é refletida pelo plano inicial de ouro e da cor branca. A sua arquitetura expressa os ideais das ideias Iluministas , contra o qual chocam as esculturas de José Stammel, num estilo barroco.
    A abadia possui mais de 1.400 manuscritos, o mais velho dos quais, veio da  Abadia de São Pedro, em Salzburgo e foi um presente do fundador da biblioteca o conde Gebhard, aos primeiros monges que aqui se estabeleceram.

ESCREVE AQUI

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s